Aveiro – Portugal

Nossa primeira cidade a conhecer em Portugal nesta nova viagem é Aveiro. Em um dia inteiro ou dois dias é possível conhecer o essencial da região. A geografia dá o charme para a cidade, que cortada por canais lembra a famosa Veneza. O turismo cresceu ao redor do que antes eram os barcos de pescadores que recolhiam algas e sargaço, chamados moliceiros, coloridos e em forma de grandes canoas, que também lembram as gôndolas venezianas, mas são motorizados.

Deixamos as malas na pousada, fomos almoçar e conhecer a cidade. Chegamos com o tempo instável e um pouco de chuva, mas no fim do dia o céu ficou azul e tivemos proveito no passeio.

O passeio nos barcos moliceiros é obrigatório e já se pode ver grande parte da área histórica e turística da cidade, a duração não chega a ser de 1 hora, e o ritmo é bem tranquilo, sempre com um guia que conta um pouco da história local, tradições, cultura e arquitetura da cidade, em sua maioria no estilo Arte Nova. Eu recomendo deixar para o fim de tarde, depois de caminhar durante o dia, relaxar um pouco e ouvir a história local.

A gastronomia é rica em peixes, frutos do mar e enguias, que inclusive são representadas na arquitetura urbana por uma ponte que tem o formato da rede usada na sua pesca, devido a localização costeira, o bacalhau com nata é maravilhoso. Há também os ovos moles, doce típico da região, que são maravilhosos, um creme feito com a gema do ovo, colocado dentro de uma fina casquinha macia que lembra o sabor da hóstia (não me julguem), porque é realmente feita com massa de hóstia, e tem vários formatos, de conchas do mar, não é muito doce e mantem tanto a firmeza da “casca” e do recheio sem murchar ou umedecer a parte de fora, perfeitos para trazer de recordação para quem ficou no Brasil.

Nós optamos por dormir 2 noites em Aveiro, porque o primeiro dia seria para visitar Coimbra e só chegar em Aveiro no fim da tarde para dormir, mas os planos mudaram em razão do furacão Leslie que devastou a cidade de Coimbra e seguimos direto para Aveiro, mas 1 noite e dois dias seria suficiente para facilitar o conhecimento da região e seguir viagem no segundo dia.

O transporte público em Aveiro deixa um pouco a desejar, existem táxis e agências de turismo, mas quase não vimos ônibus locais, e não existe o serviço de uber na região.  Queríamos visitar o farol e as casas coloridas em frente ao mar, que fica a menos de 15 km da cidade de Aveiro, e simplesmente não conseguimos ir, por falta de transporte. Não havia passeios de agências por ser fora de temporada e o ônibus local servia a poucos horários e correríamos o risco de não conseguir voltar. Não encontramos táxi na cidade, juro, o único que paramos, disse que voltaria para nos levar em 10 minutos, e depois de esperar por 30 minutos desistimos. Não alugamos carro porque pelas pesquisas na internet nos sites oficiais das cidades, havia informação da existência de ônibus. Caso decida ir por conta própria se programe quanto ao transporte.

Aprendemos nessa viagem, que as menores cidades de Portugal, onde o trem não chega, exigem ter transporte próprio.

Assista os vídeos, e para receber mais conteúdo como este se inscreva no blog e no canal e siga a gente nas redes sociais (Instagram e Facebook).

Um beijo e até o próximo post.

Essa publicação pode conter conteúdo publicitário e redirecionamento para parceiros do Blog.

easysim banner

Seguros Promo



Seguros Promo

banner 728x90

0 thoughts on “Aveiro – Portugal

  1. Patrícia, como vai? Vc conhece o Viagem animal? É um blog do You Tube muito interessante . Eles estiveram em Aveiro e fizeram um vídeo com umas pessoas que fazem passeios pelo interior de Portugal. Tem um exclusivo em Aveiro. Dê uma olhada. Se eu encontrar informo a vc. Tenho muita vontade de ir à Aveiro. Bjs.

O que você achou da publicação? Tire suas dúvidas.

Next Post

Porto, Portugal, em 2 dias

qui mar 21 , 2019
Nossa passagem pela cidade do Porto, em Portugal, foi rápida, mas bem intensa. A dica do que fazer quando se tem poucos dias em um lugar é sempre fazer o […]