Um Império em Ruínas – ROMA

Todo mundo conhece alguma parte da história do Império Romano. De grande importância para a civilização humana, a história de Roma é percebida em todos os povos, seja pela influencia que introduziram na sua própria formação, seja pela influência que produziram nos outros povos. Visitar a cidade é imergir na história viva. E sabe o que é melhor? Praticamente todos os monumentos históricos do Império Romano podem ser vistos de forma gratuita, sem precisar entrar conseguimos ver por fora como a história aconteceu ali mesmo a poucos metros, no tempo dos grandes Imperadores.

Com dedicação, lendo livros e guias, ou assistindo a documentários a visita fica muito mais produtiva. Com internet no celular você nem precisa de muito, pode entrar no google e pesquisar o local onde está localizado pelo gps e ler uma breve história daquele monumento no site do wikipedia. Nós usamos vários apps que permitem que os mapas sejam baixados offline e mediante assinatura ter a informação completa dos pontos turísticos. Usamos também os chips da easysim4u, que funciona automaticamente em toda a Europa, sem precisar de ativações complicadas, nem trocar de chip entre os países. E tradicionalmente, tem também os serviços turísticos de visitas guiadas nos locais turísticos ou feitos por agências locais.

Começamos nosso dia no hotel aproveitando muito o café da manhã, que foi o mais maravilhoso que já tivemos em um hotel, e olha que o padrão desse hotel é 4 estrelas, mas tenho certeza que o café da manhã é de 5 estrelas, de tão bom que foi. Conseguimos uma promoção ótima que além de incluir o café da manhã ainda recebemos 2 bilhetes de 24 horas de transporte público para conhecer a cidade, que foi ótimo e compensou bastante o fato do hotel ser longe do centro histórico.

Nesse dia visitamos as outras partes históricas da cidade, muitas delas também próximas do Coliseu e do Fórum Romano, como os templos, as colunas e estátuas dos imperadores, e o mercado de Trajano, que ficam paralelas ao Forum Romano, e na lateral do Altare de La Patria na via Dei Fori Imperiali. Passamos também pelas praças e campos (Dei Fiori, Navona, Espanha), onde também estão presentes monumentos da época dos imperadores romanos. Fizemos praticamente tudo a pé mesmo, com algumas paradas para um sorvete e comer alguma coisa. Com tempo bom, calçados confortáveis e disposição é possível conhecer toda a cidade caminhando.

Nem tudo o que restou do Império Romano está em ruínas, e isso se deve ao grande e permanente trabalho de restauração que ocorre não só em Roma, mas em toda a Itália. Porém, infelizmente, acredito que ainda devido aos efeitos da crise financeira que abateu a Europa nos últimos anos, alguns monumentos e parques históricos apresentam um certo abandono por parte da zeladoria da cidade. Vimos muito mato crescido e lixo acumulado em vários pontos da cidade.

Assista os vídeos, e para receber mais conteúdo como este se inscreva no blog e no canal e siga a gente nas redes sociais (Instagram, e Facebook).

Nessa viagem tivemos boas parcerias, usamos os chips da Easysim4u com internet ilimitada em todos os países, a cobertura da Seguros Promo (para a Patricia), e a Banggood que ofereceu alguns acessórios de viagem .

Um beijo e até o próximo post.

Essa publicação pode conter conteúdo publicitário e redirecionamento para parceiros do Blog.

Author: patriciaviaja

O blog e o canal no Youtube são criações do casal Patricia Barbosa e Willian Rocha. Em 2014 criaram o Canal Patricia Viaja no YouTube e em 2015 decidiram criar o Blog Patricia Viaja. Patricia é formada em Direito e trabalha no Judiciário Federal Brasileiro. Willian é Designer Gráfico e Instrucional e trabalha para o Governo do Estado de São Paulo. Antes de se conhecerem a Patricia já tinha viajado por quase toda a América do Sul (Argentina, Uruguai, Colômbia, Peru, Venezuela, Chile) e outros países como as Antilhas Holandesas e os Estados Unidos, e já entendia quase tudo sobre milhas aéreas e como economizar muito nos planejamentos de viagem usando os programas de pontos das cias aéreas e dos hotéis. Desde que se conheceram em 2011 os dois já viajaram juntos pelo Brasil, Argentina, Chile, Equador, Estados Unidos, Canadá, França, Grécia, Espanha, Portugal e Itália. No blog é explorado o formato econômico de viagens do casal, explicando como são planejadas as viagens, desde a escolha do destino e as reservas de passagens, hotéis e passeios, aproveitando os benefícios dos programas de fidelidade das cias aéreas, hotéis e cartões de crédito. O desejo é que assim como eles, mais pessoas possam viajar e usufruir do melhor das suas férias de trabalho e escola, sem comprometer o orçamento mensal.

O que você achou da publicação? Tire suas dúvidas.